Òsùmàrè

ÒSÚNMÀRÈ - Alguns têm este Òrìsà como a serpente, outros como o arco-íris. É Òsùmàrè quem recolhe a chuva que cai na terra e a transforma em nuvens, portanto, é ele quem regula as chuvas.

Está ligado a todos os movimentos que não podem parar. Sendo ele também o movimento contínuo do universo e dos corpos celestes. Portanto caso venha a perder suas forças tudo acabava na Terra.

Òsùmàrè ou Èsùmàrè é um sábio relacionado à estética e às acções de defesa pessoal. Favorece a comunicação entre Òrún e Áiyé e a comunicação dos homens entre si e destes com a natureza, bem como as transformações, pois confere poderes mágicos.

Favorece transformações, pois é fortemente relacionado à magia. Seus metais são o ferro e o latão e seu principal símbolo são as serpentes forjadas nesses metais. Também é simbolizado por esculturas em madeira que representam uma figura humana rodeada por serpentes.

 

Outros símbolos são:

 

Búzios, cabaças, obi; Orogbô, efun (potente e sagrado cal natural), osùn (espécie de tintura vermelha de uso ritualístico), òta (pedra de assentamento), ìrùkèrè (cauda de animal que, após preparo artesanal e mágico, é carregada por sacerdotes e reis como sinal de realeza e poder).

 

As cores de Òsùmàrè são o verde e o amarelo.